A obra Ambiente Agrário do Pantanal Brasileiro: Socioeconomia e Conservação da Biodiversidade organizada pelas Professoras Doutoras Onélia Carmem Rossetto e Nely Tocantins, versa sobre um importante Bioma brasileiro, com enfoque em temas ainda pouco explorados pela comunidade acadêmica, a realidade social, econômica, demográfica e ambiental da população do ambiente agrário – pescadores, camponeses, pecuaristas e indígenas, as rupturas pela qual vêm passando o modo de vida tradicional e as relações com o meio ambiente em face da modernização.

O livro apresenta os resultados de 10 de anos de pesquisas desenvolvidas pelo Grupo de Pesquisas em Geografia Agrária e Conservação da Biodiversidade do Pantanal – GECA/Departamento de Geografia/UFMT com o apoio do Centro de Pesquisas do Pantanal – CPP, do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Áreas Úmidas – INAU e congrega 28 autores de diferentes formações acadêmicas, vinculados a cerca de 10 instituições nacionais.  As pesquisas realizadas revelam a pluralidade de olhares dos pesquisadores do GECA e convidados sobre o ambiente agrário do Pantanal, dessa forma, os vinte textos ora apresentados estão agrupados em dois blocos, o primeiro versa sobre a Dinâmica Agrária e as Populações Pantaneiras e, o segundo, caracteriza o Meio Ambiente e discute a Conservação do Pantanal, com ênfase nas áreas naturais protegidas. De maneira geral, a obra revela que o Pantanal brasileiro paulatinamente se afasta da imagem de paraíso ecológico, a população e o modo de vida se transformam e o debate sobre os cenários das mudanças e o futuro se torna urgente nos diversos âmbitos da sociedade, assegurando as paisagens pantaneiras para as gerações futuras.

Livro_Pantanal_Alta_final_Página_001

Download do livro